domingo, 9 de novembro de 2008

Liberdade à prestação

Meu mundo, no fundo, parece falso. Sou parte de um cenário que alguém montou para mim. O bairro onde moro, embora ótimo, não o planejei. Já existia antes de eu nascer como espaço destinado a pessoas como eu.

Não desenhei meu sapato, carro, roupas. Não escolhi meu nome, chefe, aniversário. Não decidi a cor da minha pele ou se deveria chover segunda ou sábado. Muitos me dirão que escolhi outras coisas [não discordo], mas se não pude escolher tudo minha liberdade não é completa, é relativa.

Dentre as inúmeras escolhas que fiz, a maioria esteve condicionada ao extrato do banco. E assim como para os desesperados vende-se a fé eu consumo fajutos projetos de marketing destinado a projetos fajutos de pessoas [e o prazer está cada vez mais vinculado ao limite do cartão de crédito!]. Comprar não me satisfaz porque compro o que posso, nem sempre o que quero, e embora existam atividades que eu goste de fazer [faça por amor] nenhuma delas paga minhas contas.

O meu sonho é só meu. O meu talento é de quem o reconhece. Sinto-me como uma vírgula no meio da frase. Pequena pausa, mera interrupção entre o que já havia e o que virá (e não cabe a mim delinear a um nem ao outro).

A democracia como forma de governo não existe. E se existe, não perdura. É puro idealismo, ingenuidade de acreditar que todos os homens algum dia se tratarão como iguais.

A real liberdade? Em nossa sociedade capitalista a única que realmente existe é a financeira. O resto é mediocridade [ou ideologia].




P.S.: Recebi via e-mail o comentário do meu pai a respeito deste texto,
em suas palavras, a melhor postagem que leu no facetas,
disse que estou me superando a cada dia!!
Fiquei super contente com os elogios!!
Quem não conhece a timidez do meu pai
não saberá o quanto esse gesto foi um marco para ele.
Quem não conhece a inteligência daquele homem não saberá
o quanto tal elogio foi importante para mim.
Muitíssimo obrigada, pai! [também neste espaço seus conselhos me farão crescer!!!]
Um beijo grande!!

Comentários
79 Comentários

79 comentários :

Carlinha disse...

Bom isso se resume que vivemos em um mundo realmente capitalista....e como eh capitalista..onde milagres custa caro e o trabalho mal feito também...pois mesmo senod mal feito, custa o trabalho de alguem também capitalista.

Carlinha Sambista disse...

Bom isso se resume que vivemos em um mundo realmente capitalista....e como eh capitalista..onde milagres custa caro e o trabalho mal feito também...pois mesmo senod mal feito, custa o trabalho de alguem também capitalista.

Florzinha e Lindinha disse...

Poxa...muito bom seu texto...vc escreve muito bem.

Apesar de discordar um pouco dele achei muito bonito.

Bjos

Florzinha

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

É liberda é utópica. Muitas coisas na vida nós temos a chance de escolher. A vida nos leva a campos nunca vistos antes e, muitas vezes não nos consulta...
Belo post e, parabéns pelo elogio de seu pai...

http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

Duda disse...

nossa, esse é um dos melhores post que eu jah li, o melhorrrr, vc escreve bem, pra caramba,. E nossa liberdade?, ela não , nunca existiu, hj olha para traz com olhos para a realidade, penso q as vezes q aquelas pessoas q lutaram pela liberdade, na ditadura, será q foi tudo invão? as vezes acho q sim as vezes nao
bjos
http://diariodaminhavida-duda.blogspot.com/

DuDu Magalhães disse...

O pior é que por vezes brigamos por ideologias que nem são interessantes para nós, mas fazer o quê!

http://minhainspiracao.blogspot.com/

Veiga disse...

mt bom mesmo... parabéns.


e o livro? sai ou não?

Pedro Guilherme disse...

parabéns pelo texto, mas ainda continuo com a minha idéia deveriam juntar os melhores blogs de pensamentos, contos enfim, pensamentos... e publicar um livro!
____________


http://tecnijogos.blogspot.com

Danilo Cruz disse...

Parabéns! É sempre bom ter o reconhecimento de nossos pais.

E seus textos estão cada vez melhores :)

Luh ♥ :) disse...

muito bom, muito bom mesmo!!!!
beijos!

Luciano R. Correa disse...

A liberdade é, por si só, um assunto tão complexo que nem milhares de anos de história foram suficientes para estabelecer um sistema econômico e político que vá ao encontro da máxima indiscutível que "nossa liberdade vai até onde chega a do próximo".
Parabéns pelo blog, ótimos textos!

Carlos disse...

Não acredito que a unica liberdade seja financeira, e muito menos que o resto é financeiro.

A emocracia é de faz de conta, isso é um fato, mas apesar de tudo o sentido da vida está na liberdade de controlarmos o nosse redor. Se sua vida é do jeito que é, acredite, a culpa é sua.

Gostei muito do blog, parabéns.
Se tiver um tempo visite o meu, http://sinapsemoderna.blogspot.com/

Por coincidencia o tema é o mesmo.

João de Carvalho disse...

Concordo com algumas coisas, discordo de outras, mas uma fato é dificilmente questionável: o texto está muito bom.

Enfim, você me fez pensar.

Abraços e sucesso.

† nane-chan † disse...

OMG! Estou tão... tão sem palavras. Achei o texto perfeito! (*Quase perfeito já que eu não acredito em perfeição... kkkkkkk*)
Simplesmente virei fã...
Vou passar a acompanhar o blog...
:D
Milbeijos... Amei!

ohshittt disse...

Ellen desculpa a demora! demorei mais cheguei!

pequeno problema com minha internet!

agora sobre o texto...meus parabens pelo elogio ganho do seu pai e eu concordo plenamente com ele cada dia vc se supera!

Only Bruh. disse...

Os humanos de degradam com o dia-a-dia. Não nego que tudo ou boa parte do que vc disse é verdade, vc viu o mundo ao seu redor da forma como ele realmente é, e isso é bom. Sem ilusões.
Mas você, querida, é mais que isso, tenho certeza. Se uma pessoa pode ver a realidade de uma forma crua, ela pode ser otimista com relação à ela. Pessoalmente, acho que vc foi pessimista nesse post. Tecnicamente, eu concordo com ele. Mas acho que vc, como uma recusa à isso, pro seu próprio bem, deveria deixar que o mundo siga seu próprio destino. Tenha seus sonhos, suas esperanças, seus planos, siga sua vida e deixe quem quiser se foder, se ferrar. O mundo já tá fodido mesmo....mas vc não precisa se foder com ele, vc pode dar a volta por cima.
Vc tem esperanças, aliás. Se não tivesse, já teria apertado o gatilho, engolido a ceixa de comprimidos...Mas depende de vc se afundar na perdição ou se sobressair sendo diferente dos ignorantes! ;) Bjos.

ohshittt disse...

Ellen não eh bondade eh admiração...qria eu ter esse talento q vc tem com as palavras...

Esconderijo disse...

Belo texto realmente. Conciso, profundo e definitivo. Parabéns pela intensidade com que você escreve.

Um abraço.

http://escondidin.blogspot.com/

Mikael Ferreira disse...

Como algumas outras pessoas, concordo com algumas coisas, e discordo de outras..
e Realmente.. venho aqui algumas vezes, e você está escrevendo cada dia melhor..
Teu pai está com toda a razão
Parabéns..

Arcano 13 disse...

fato, democracia não existe... é só um nome pra nos enganar...
capitalismo, não acredito q seja o mal do mundo
liberdade, ng é livre na medida q estamos presos uns aos outros e à nós mesmos...

bjs

Guilherme Santos disse...

gostei do seu texto tbm
sabe que eu nunca havia pensado dessa forma
por mim que a gente tenha liberdade ela nunca é completa

parabens
abraços

Fogo disse...

adorei cada palavra

parabéns

http://fogodeletras.blogspot.com/

Junior disse...

nossa!! fiquei com tendências suicidas apos ler esse texto, prefiro ficar no meu mundo ficticio, mas mesmo assim, belissimo Texto prabens.....

Michel Domenech disse...

Me identifiquei bastante com o teu texto, excelente por sinal, pois não escolhemos praticamente nada, nosso país de origem, pais, cultura, embora sejamos diferente do padrão, acabamos por obedecer a determinadas leis, portanto é uma utopia uma liberdade plena.

Arte Educação disse...

Liberdade é um estado de espirito.Bjkas da nana

dan k. disse...

"buscar a liberdade" é o motiva as pessoas a abrir os olhos de manhã.

gostei muito do texto, mas acho que não concordo com "a única liberdade que existe é a financeira".

parabéns pelo blog. :)

Círculo Literário disse...

Com muito carinho o Círculo Literário passa para visitar seus escritos!!!
Esperamos sua participação no nosso blog, para que juntos possamos difundir a Literatura de qualidade!!
Até!!

Paula disse...

Eu adorei o texto. De verdade. E como dizia o Montesquieu, a liberdade é o direito de fazer tudo o que as leis consentem. Ou seja, não podemos tudo por nós.

Marcel disse...

Não sei ao certo se posso afirmar que sei o que é sabedoria. Ler o seu texto, porém, me faz pensar que estou diante de alguém que sabe.

Simplesmente brilhante! Gostoso de ler, lúcido, e o mais importante, faz todo sentido. Vc está de parabéns!

Voltarei aqui mais vezes. Abraço!

Tarssio disse...

Viva ao triste mundo em que vivemos
onde um diamante vale mais que vida

mto legal o blog!
Coincidência tu comentou o meu

parabens!

http://tarssiodisa.blogspot.com/

ED CAVALCANTE disse...

Muitas verdades nesse texto. Não tem o autor, né? Eu acredito na democracia ainda. Temos que lutar por liberdade mas com responsabilidade.

Linha de Consciencia disse...

Se é pra ser sincero, serei.
Gostei do início do texto, o final estragou tudo.

Democracia é a única forma de governo interessante, pelo menos a melhor criada. Se alguém inventar algo melhor, seguiremos.

O sistema capitalista, acreditemos ou não, é o que deixa mais margem à liberdade. Qero ver alguém livre em um regime comunista.

Acredito, junto a Miguel Reale e outros jusfilósofos, que o Direito é um modelo utópico, mas que nós, seres humanos intrínsecamente defeituosos, devemos buscar alcançá-lo.

Ame a sua liberdade relativa que é o melhor bem que você possui!

ED CAVALCANTE disse...

Ellen, minha linda, não percebi o comentário em letras nanominúsculas no fim do post. O comentário do seu pai e tal. Textoto seu? masssssa! Parabéns, está escrevendo feito gente grande! rssss

Morango com leite condensado disse...

Como seu pai eu tbém acho que cada dia vc está se superando... Adorei seu post. Realmente vivemos essa falsa liberdade dia a dia nesse mundo capitalista!!!

Bjos

Alexandre Silva disse...

É bacana ler um texto assim...que passa rapidão e é gostoso de ler. Parabéns
Abcs

Linha de Consciencia disse...

Já me meti a escrever sobre a liberdade, vê se você concorda.
http://linhadeconsciencia.blogspot.com/2008/10/da-liberdade.html

Assim, eu não considero os macacos livres por não possuírem capacidade de pensar, raciocinam, obviamente, mas não pensam. Portanto, não são livres. O único animal livre é o ser humano, porque nas suas incontáveis limitações, é o único discernido da história...

Grande abraço!

adi :) disse...

gostei do seu texto mesmo.
continue escrevendo
ficou mto bom
beijos

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Minha resposta ao Linha de consciência, postada lá no blog dele:

"Obrigada pela visita ao facetas! Quanto ao seu comentário, eu não discordo exatamente de vc nem de seus argumentos, principalmente quando citou os jusfilósofos. Acredito que a democracia, assim como o direito, seja 'um modelo utópico'.

Para que a democracia seja 'demo', de verdade, é preciso que todos os homens e não somente alguns busquem alcançá-lo. Senão, como disse, vira ideologia.

E mesmo o capitalismo, só dá liberdade a quem tem o capital. Quanto mais capital, mais liberdade. Quanto menos capital, menos liberdade. Quem não tem capital vive quase como os comunitas, quase como algumas tribos anárquicas da áfrica, e novamente voltamos ao ponto da ideologia de acreditar que a liberdade do capital é extensiva a todos os que adotam esse sistema.

E o melhor bem que eu possuo não é a liberdade relativa, mas a inteligência. É isso, afinal, que me diferencia dos macacos."

rfafla disse...

como algumas pessoas falaram acima, seu texto está muito bom, concordo em alguns pontos e discordo de outros, o melhor do texto e que ele não cansa, não que ele seja grande, e prazeroso lelo, concertesa voltarei aqui.
abração

Euzer Lopes disse...

Vou comentar sobre o que escreveu sobre seu pai.
O meu está lá em cima, olhando por mim, pela minha mãe e pelo companheiro de caminhadas no quintal de casa (o cachorro). Pais têm o hábito de elogiar com os olhos, com os sorrisos.
Quando eles fazem isso, verbalizam o que sentem, para nós não há melhor troféu do mundo.
Sinto falta do meu pai. Mas ao mesmo tempo sou feliz por tudo que ele sorriu e olhou por mim.

30 e poucos anos. disse...

O sonho é seu ... ninguem tira...o talento tbm é seu, é apenas apreciado pelos outros mas é só seu.
Acredito que a verdadeira liberdade vem quando nãomais nos preocupamos em TER e sim em SER !!!

Carlos Eduardo disse...

Acho que nunca tinha pensado dessa forma - o que é uma vergonha para um ser de 20 anos.
Mas é sem dúvida uma verdade, e vale a pena ser refletida.




http://putoanonimo.blogspot.com

Daniel disse...

Texto interessante, mas acreditoq ue o nosso unverso particular está principalmente no ponto de vista único que cada pessoa tem sobre tudo, na forma como encaramos o mundo, esse universo existe mais de dentro para fora do que de fora para dentro e é ele que nos faz ser tão diferentes uns dos outros.

Um abraço!

http://daniel.a.s.zip.net

Fernanda Santiago Valente disse...

Oi Ellen, você dá um show nas palavras...
mas penso que somos exclusivamente de Deus. Foi ELE quem nos desenhou e decidiu onde viveríamos...

grupo gauche disse...

que bacana isso né, esse reconhecimento por assim dizer por parte da familia, é bem bacana isso! e soh podemos concordar com ele! abraço

A resistencia rockeira disse...

de alguma forma eu ja sabia disso mas esse texto fez com que esse sentimento se concretizase em palavras

leiam o meu blog tbm
http://tudoqueeutilounao.blogspot.com/

Rosangela A. Santos disse...

É liberda é utópica. Muitas coisas na vida nós temos a chance de escolher. A vida nos leva a campos nunca vistos antes e, muitas vezes não nos consulta...

Laura Gelbecke disse...

sou jornalista e digo: seu ttexto é mto bom! continua!

Carol Wolff disse...

E seu pai está mais do que correto, afinal esse texto é belíssimo querida! Parabéns!

Não conhecia seu blog, mas me encantei com a sua forma de escrever...

Abraço.

Visite: http://carolices.zip.net

Marcio Sarge disse...

Tanta sabedoria em tão poucas linhas que me falta ou me resta pouco pra dizer sobre o que já está tão bem dito.
Ainda bem que seu talento a mim pertence rs.

Beijos.

Ane disse...

Legal seu texto mas acho que, se quisermos nos livrar desse capitalismo "selvagem" como diria uma música dos Titãs, a gente consegue. Não é fácil, mas tb não impossível!

Finim disse...

Faz jus aos elogios de seu pai,
pois a escrita é realmente muito boa, porém, não concordo totalmente com a idéia proposta nesse texto!


Mesmo assim, está de parabéns!
xD

Dtescom.blogspot.com disse...

Um bom texto gostei parabens.

Noemí disse...

Belíssimo texto.Parabéns!!!

Seu blog também é show.

Eu não acredito nessa liberdade que algumas pessoas tanto dizem que tem...oq é uma pena.

Acredito que livre mesmo somente o vento,que ninguém sabe de onde vem ou para onde vai,apenas que existe.

Acompanharei sempre seu blog.


Bjs!!!

Erica disse...

Seu blog é mtu bom!

Ana disse...

Acho que resume o que é liberdade para todos nós.Eu em particular me achei nesse texto, apesar da minha liberdade ser ainda mais complexa.

Um beijo de carinho.

Seu pai tem razão.

;*

Cara Pálida disse...

Eu não chego a acreditar que a liberdade seja só a financeira!
Interessante o modo de escrever, parabéns :D

CIA disse...

Gostei pela sua conquista com seu paii ^^

Abçs

Josi Puchalski Sousa disse...

Ótimo texto! Achei maravilhoso!!!!

Vou voltar sempre aqui!

:-)

Beijão

Reginaldo Mercês disse...

Já estive aqui e volto a dizer que realmente seu blog é muito bom mesmo .. este texto esta muito bem escrito ... de mais mesmo.bjossss voltarei mais vezes :)



Se puderes dá uma olhada nesse http://uniaodepalavras.blogspot.com/
somos um grupo e consselhos teus seriam valiosos... bjosss

rosangela disse...

Adoro o seu blog e suas reflexões ..


Bjs ...

Por uma gramática simples disse...

Muito bom! cada vez que volto ao seu blog encontro um novo texto excelente! continue assim!

www.omalucosadio.blogspot.com

Graziela disse...

Seu pai tem razão muito boa postagem..é vivemos em um mundo que não nos pertence!!

http://marretada.zip.net/

mateusbonez disse...

OUN, que lindo :D
Muito bom seo blog ;D
Adorei :D

Aguardo sua visita :D
http://tiomah.blogspot.com/

ana lucia nicolau disse...

Oi Ellen, concordo com seu pai; de todas as postagem que já li por aqui, essa é a que mais gostei.
adorei a parte ...sinto-me como uma vígula no meo da frase...

Tiago Sant'Ana disse...

As analises das "coisas" tem ficado tão deterministicas!
Tudo é o dinheiro! O dinheiro! O dinheiro! O coitado já tá cansado de ser acusado de tudo que acontece no mundo!

Enfim,
Acho que devemos olhar para si próprios e perceber o quanto nós somos mesquinhos - mas não por se apegar excessivamente ao dinheiro - mas sim por não perceber que o mundo está do jeito que dá porque nós também não mudamos...

O comentário ficou confuso! To com sono e revoltado! hahahaha

Tiago Sant'Ana

www.jornalistadepeso.blogspot.com

JDS disse...

O Texto ta excelente mesmo.Parabéns!!!!A ultima frase resumi tudo.Muito legal o reconhecimento do seu pai.Vc merece

Thiago Sva disse...

Muito bom o texto! O blog ta otimo!!

bjos e sucesso

Barbie Wire Band disse...

Adoreiiiiii, belo texto, tem futuro!!!
Bjssssssssssssssssss :)

Nério Júnior disse...

Muito bom mesmo esse texto, seu pai tem razão...
Gostei da real liberdade: o capitalismo selvagem!

http://neriojunior.blogspot.com

Beline Cidral disse...

Podemos escolher entre A e Z... eh isso que njos oferecem, mas nao podemos escolher entre nao querer, ou querer algo alem... esse eh o limite da nossa "liberdade"!

RJ disse...

Ellen, eu queria te parabenizar pelo post e realmente não queria dizer que foi apenas um belo post, mas sim um dos melhores que eu já li (de verdade msm)..
as palavras de desabafo de alguem que não pode escolher o que é ou o que será, e que tem apenas o direito de "escolher" apenas aquilo que "pode", e não aquilo que quer (na maioria das vezes)..

e o comentário do seu pai abaixo ficou magnifico, deu um toque triunfal ao teu post...

meus sinceros parabens!!!

abraços!

†YaGo-SaN† disse...

realmente, as coisas ao acoso as vezes parecem ser perfeitas para nós...
abraços!

http://wallnosekai.blogspot.com/

Marcelo disse...

Extremamente realista. De uma secura e rispidez palpável. Mas creio que seja isso mesmo. Vivemos dentro do drama existencialista de Sartre até hoje.
Eu, pessoalmente, tenho a impressão de que ao nascermos somos jogados em uma maré contrária. Daí, temos duas opções: deixarmos o fluxo nos levar ou nadar no sentido contrário.
Entretanto, nadar no sentido oposto pode cansar o nadador e acabar matando-o por exaustão.
Esse sensação que expressa no texto é a mais clássica aporia...
Quem pensa topa com ela todo dia, dia e noite...
Abs

P.S.: Achei engraçado seu comentário no saco de filó.. rs rs...
Ellen, eu já acompanho seus textos há algum tempo e acho que estão entre os de melhor qualidade que vejo por aqui. Sou enjoado com isso.. você não imagina o quanto... O fato é que leio muito mais do que comento blogues (É que muitos blogues eu leio no trabalho e pega mal ficar muito tempo fazendo comentário. Sempre tem um infeliz para falar: aí hein, fazendo nada... rs)
É importante saber disfarçar. rs

Mas vou desfazer um injustiça.. te coloquei no meu blog roll... Lá não tem troca de links... só entra por mérito.

Um grande abraço

Marcelo

Luciano disse...

Alguém já disse que o trabalho é muito mais desafiador que a diversão, o que torna essa última algo tediosa.

Talvez possamos conciliar sincrônicamente escolhas, determinismos e a herança que isso pode se tornar.

Liberdade demais sufoca tanto quanto a repressão.

Fábio Flora disse...

O dindim realmente abre muitas portas... É fato.

Gúh! disse...

muito bom :D


nosssa que lindo seu pai :D

Giovana disse...

O texto é muito bem escrito e devo parabenizá-la por isso. Mas discordo bastante dele em alguns aspectos.

Concordo que, muitas e muitas vezes, escolhas são pautadas pela condição financeira (não sei se a maioria... mas muitas com certeza). Concordo também que "democracia" é um conceito tão utópico quanto "socialismo".

Entretanto, acredito que, se você não planejou o bairro onde mora, seu sapato, seu carro e suas roupas... isso também é um tipo de escolha. Se você tem idéias, talentos, e sonhos que não coloca em prática, isso é uma escolha: a escolha em não escolher.

Claudemir disse...

Me indentifiquei como o texto, muitas vezes me sinto como um fantoche, onde vivo dentro de um sistema e devo fazer exatamente como está pré determinado.

Sejam bem-vindos ao facetas!

................TODOS OS TEXTOS DESSE BLOG SÃO AUTORAIS............

Resolvi utilizar este espaço para divulgação de trechos de alguns trabalhos meus... Espero que vocês apreciem. Críticas e comentários serão muito bem-vindos, sobretudo críticas!

Se você já leu o texto acima não fique tímido: fique à vontade para comentar em outras postagens!