quarta-feira, 17 de setembro de 2008

República da bondade

Viva a república da bondade
Viva a velha farsa disfarçada

Temos que ser bons em tudo
Bom pai, mesmo distante
Bom marido, mesmo entediado
Bom vizinho, mesmo indiferente
Bom funcionário, mesmo explorado
Bom cidadão, mesmo desrespeitado

E até quando não conseguimos tal feito
Exigem que sejamos bons perdedores

Viva a república da bondade
Viva a boa e velha conveniência



19/08/2008
Comentários
12 Comentários

12 comentários :

All3X disse...

Ah, você tem razão, exigem muito de todos nós, mas não retribuem em nada...O que será necessário fazer?
Muito bom essa sua abordagem.
All3X

30 e poucos anos. disse...

mente coletiva que exige sem saber pq.

Viviane Righi disse...

E o que dizer da mulher, que precisa ser uma boa pessoa, uma boa mãe, funcionária exemplar, esposa perfeita, excelente vizinha e tudo o mais?

Viva à boa e velha conveniência...
Mas viva também à necessidade em ser / estar assim...

Eri Kay, Blog da Eri disse...

Gostei do seu texto! Estamos sempre sendo cobrados por todos... Mas ainda acho que a pior cobrança de todas é que a fazemos a nós mesmos!

Abs

Malcan disse...

Eu tento ser do meu jeito, sem ter que me preocupar com que os outros pensam. Apenas eu, e nada mais!

Abraços!!

greatdj disse...

Amei!
Não faz idéia de quão legal ficou!
O melhor que ficou a cara do BrasiL!
Muito bom!

Evan The Scarlet Angel disse...

Exigem que sejamos sempre bons mas nem sempre é possivel e nem sempre queremos ser o que os outros querem

Danilo Cruz disse...

Eu procuro não me influenciar pelo que as outras pessoas pesam.

Stanley Marques disse...

Vejo isso como o típico politicamente correto, de acordo com a moral mais esdrúxula defendida por nossa medíocre sociedade! ótima postagem.


www.antologiaracional.com
parceria?

Lalo Oliveira disse...

O bom é muito relativo, devemos ser o melhor de que podemos, o que não implica que sejamos o bom do senso comum.

Não quero ser indiscreto, mas cuidado com as crases.

www.poeses.blogspot.com

Lalo Oliveira disse...

Ellen, me referi às passagens:

Viva à república da bondade
Viva à velha farsa disfarçada

As crases estão incorretas neste caso, uma vez que o sentido é 'viva algo' e não 'viva a algo'.

Seria certo se fosse, por exemplo, 'Um viva à república'. Que é um viva destinado a algo...

Outro exemplo,
se fosse masculino seria:

Viva o Brasil
Um viva ao Brasil

Mas, perdão se fui indiscreto, ok?

E não esquente, que crase é coisa rara do povo acertar.. rsrs

Girls Wireless disse...

Issoa ae!
A bondade é a melhor coisa do ser humano XD
Bondade = Siceridade?!

Sejam bem-vindos ao facetas!

................TODOS OS TEXTOS DESSE BLOG SÃO AUTORAIS............

Resolvi utilizar este espaço para divulgação de trechos de alguns trabalhos meus... Espero que vocês apreciem. Críticas e comentários serão muito bem-vindos, sobretudo críticas!

Se você já leu o texto acima não fique tímido: fique à vontade para comentar em outras postagens!