quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Eu-lírico

Antes de mais nada, um aviso... este blog não é um divã!

Eu, enquanto autora, sou uma artista. Visto, a cada texto, um personagem. Assumo, a cada assunto, um ponto de vista [não que só veja daquele ponto, mas pela liberdade de explorar as possibilidades de se ver].

Este blog mostra de mim as facetas. Não todas, apenas aquelas por cuja conveniência sou impelida a mostrar.

A cada texto reinvento, reescrevo, reencontro. Sou grata à literatura porque me permite viver as faces de um "eu" que não é meu, um outro, alguém... Meu eu [só que lírico].

Não desejo desapontar os que bondosamente fazem de minhas postagens mais uma oportunidade de distribuir conselhos mas torna-se inevitável pensar, sempre que recebo comentários do gênero, que ainda não tornei suficientemente claro que este blog é literário.

Onde foi que eu errei?

P.S.: os que ainda assim estão se coçando para tentar me encorajar [um paliativo]
eu peço gentilmente que avaliem e critiquem a construção deste texto
para saber onde está a falha na transmissão da minha mensagem.
A sutil [e sublime] diferença entre dar o peixe e ensinar a pescar...

Comentários
26 Comentários

26 comentários :

humor lecal disse...

hmmm realmente seus textos são ótimos, ás vezes as pessoas acham que por vc escrever textos tão bons poderá resolver seus problemas ;)

mas quem sabe vc não tem futuro com psicóloga, hein ? rs

Duda disse...

adoro, seus texto, muito bommmmm

bjao

Todo ralo da num Esgoto disse...

...Que tal escrever um livro?
creio q tera grande chances de se tona uma grande autora...potencial tem...!!

bom texto..
gostei de suas facetas

Marcel disse...

Eu faço a mesma coisa no meu blog e até hoje tem gente q me pergunta se eu tô doente por causa de um post sobre o assunto...

mereço!***

Euzer Lopes disse...

Olha, literalmente ou não, você tem o dom da escrita.
O que acontece é que esse dom se verbaliza de forma tão natural, tão transparente, que muitas vezes pensamos se tratar de desabafos que se organizam em palavras que formam frases.
E muitas vezes, como é de livre interpretação, se parece com um grito de socorro.
Potencializado pelo fato de o texto vir em primeira pessoa.
Sinceramente? Não há erro. Há apenas interpretações livres e permitidas sobre o que é dado aos leitores.

Felipe Lucchesi disse...

Na verdade,não sei se o texto é sua roupa ou você a roupa do texto !!!!

Amisadai disse...

Humm
seus textos são ótimos
Parabéns


http://www.cabruncoo.blogspot.com/

Clóvis sivolC disse...

Hummmm
Puts não sei oq comentar...
o.O

Suellen Nara disse...

Também escrevo coisas assim.
Não precisamos falar necessariamente de nós, mas de pessoas ou situações que acontece com a gente q nos faz crescer, tudo de acordo com o ponto de vista, lógico.

Meus textos também são meio confusos, cada um tem uma maneira de interpretar, e que assim seja.

Bom blog ;)

blog disse...

Olá.
Mas o adjetivo "literário" não dependeria da visão do "outro" - ou seja: do leitor?
Quem determina a literatura? Quem escreve ou quem lê?

Pareceu-me que vc desafiou o leitor a descobrir um desvio gramatical em seu texto.
É isso?

Daniel Leite disse...

Seja como for, já é possível notar que você cumpre o seu papel por aqui. Afinal, o blog pode ser jornalístico, de experiências pessoais ou de reflexões metodológicas. No mínimo, este espaçõ se insere entre duas destas finalidades.

Literário ou não, seu blog é literalmente um sucesso.

Até mais!

Ģuєяяєiяα/ єxσтι¢α/ яเη∂σ disse...

É, cada um entende de um jeito.
É meio complicado explicar certas coisas.
Eu sinceramente pensei que seu blog fosse como um diario sobre sua vida.

Denise disse...

Visitando + uma vez...
Sou fã!

Lari. disse...

É a segunda vez que venho no blog e confesso que ainda não tinha me dado conta desse caráter literário. Não pude, portanto, observar que se trata de um eu, mas não um eu qualquer, um eu-lírico! Espero perceber em breve!

Sayonara disse...

Maravilhoso seu blog, parabéns o/

Leo Pinheiro disse...

Este post me lembra 'O tempo não pára', de Cazuza.

Sim, as coisas, a vida, tudo é efêmero. As vezes pq a gente escolheu assim. Né? ;)

Designer Vigiado disse...

Olá, Webmaster,
Já há algum tempo venho acompanhando o progresso de seu blog e constato dia a dia
o aumento na qualidade de suas postagens.
Parabéns e continue investindo nele.
Abraços.
Designer Vigiado
http://cidadevigiada.blogspot.com/

mateusbonez disse...

Vs é ótima :D

http://tiomah.blogspot.com/

Antonoly disse...

Acho que você não deveria se preocupar com o que os outros pensam à respeito de seu blog, se o estilo dele é 1 ou 2, tanto faz, o que importa é que você goste de escrever nele, apenas isso!

Juliana Valério disse...

primeiro,muito obrigada pelo comentario..
sobre seu post..
Este post me lembra 'O tempo não pára', de Cazuza. [2]

http://juliana-valerio.blogspot.com

Carlinhos Horta disse...

Obrigado, Ellen, já consegui icluir o selo no blog.

Vlw.

http://escondidin.blogspot.com/

HoneyBee disse...

Qual a relação com "O Tempo Não Pára"!? que os comentaristas acima citaram? Não vejo o paralelo.

Blog do Camelo disse...

Hauhhuauauauhua, já aconteceu isso comigo, e isso é uma coisa q realmente acontece, acho q elas imagimam que a pessoa que escreveu tem uma visão muito mais ampla de determinadas coisas do que elas próprias ... e isso faz elas agirem assim rs.. deve ser isso

epifannias disse...

semrpe venho aqui me deliciar com seus textos, sao de uma riqueza tamanha, parabens por mais esse

Deka disse...

É natural as pessoas se identificarem com algum texto ou situação e tentar se colocar no lugar do outro... Humanos!
Parabéns pelo blog.

Wander Veroni disse...

Oi, Ellen!

Não acho que vc errou. O seu blog tem textos ótimos e as pessoas que compartilham as suas histórias com vc são pq elas se identificaram com o seu blog. Acredite no seu potencial, sempre!

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Sejam bem-vindos ao facetas!

................TODOS OS TEXTOS DESSE BLOG SÃO AUTORAIS............

Resolvi utilizar este espaço para divulgação de trechos de alguns trabalhos meus... Espero que vocês apreciem. Críticas e comentários serão muito bem-vindos, sobretudo críticas!

Se você já leu o texto acima não fique tímido: fique à vontade para comentar em outras postagens!