sábado, 17 de janeiro de 2009

Eufemismos [o caso Leozinho]

Leozinho só queria atenção. Dizia-se crítico. Falava gritando. Tudo o que ele queria era externar o que achava que sabia. Tudo o que desejava ser era o oposto do que demonstrava.

Porque Leozinho não era "inteligente", não era "legal" [nem crítico de verdade, para ser honesto]. E a despeito de todo o seu esforço a única coisa conseguia ser era um "chato". Tudo isso [e nada mais].

De certo modo era até desrespeitoso e o poder que ele julgava ter em suas palavras grosseiras, em sua brincadeira de dono da razão, era uma máscara para esconder sua grande carência. Muitos tinham até medo de suas rudes palavras, sua agressividade gratuita. Não viam, não sabiam ver, que cada xingamento seu era no fundo um pedido de socorro.

Nem Leozinho se entendia às vezes. E enchia a si próprio de eufemismos: à sua falta de educação chamava "liberdade de expressão", à sua necessidade de holofotes chamava "razão crítica".

Pobre Leozinho. Adotou para si o lema: "falem mal mas falem de mim" mas terminava se envolvendo em brigas sempre que diziam qualquer coisa a seu respeito [em geral não eram elogios]. Vivia em busca de verdades, achava-se no direito de ser dono delas. E quanto mais ele buscava provar-se superior ainda mais nítido seu complexo de inferioridade se revelava.

Sempre que o vejo lembro-me do trecho de uma música do Zeca Baleiro: "mesmo o mais sozinho nunca está só, sempre haverá um idiota ao redor..." Sei não. No caso de Leozinho já é ele o idiota [outro eufemismo - se querem mesmo saber]...

Com todo respeito à sagaz percepção do ilustre Zequinha, mas [por educação] talvez seja melhor eu recorrer a outras frases...

Comentários
31 Comentários

31 comentários :

Mulheres Imperfeitas . disse...

Nossa ! Que interessante ...
Já li alguns textos e são realmente muio bons ! Pra quem gosta de ler como eu então ...
^^

Sucesso no blog !
Mega beijo ;*

Rick Jones disse...

Esse negócio do Leozinho faz tempo que analiso, é um caso muito comum na população... pessoas que se sentem rejeitadas por algum motivo e tentam chamar atenção de qlq jeito.
Zeca Baleiro é ótimo !

Martin disse...

........... Se não for falar bem, por favor. não falem de mim

slim shady disse...

Me sinto um leozinho as vezes ! Belo texto.

abraço.

danilo disse...

belo texto, gostei muito
da uma passada no meu
beijos

Gláucio disse...

Muito interessante o texto.

Parabéns pelo blog. Sucesso !

Felipe Felix disse...

Pior de tudo é que tem um pouco de "leozinho" em cada um de nós...
Infelizmente em mim tem mais do que eu gostaria, as vezes

ED CAVALCANTE disse...

Leozinho não está só! Ninguém é um só, vc é um conjunto dos seus vários "eus". O "eu" da azaração. O "eu" do teste de emprego. O "eu" da igreja e assim por diante

Rozangela disse...

Ai, qts "leozinhos" existem por aí ...Eu mesmo conheço um que adotou o lema : "Falem mal...". Triste, toda vez que ele chega, há sempre comentários pejorativos antes dele sentar entre nós, sinto pena dele,mas não adianta falar com ele, tempo perdido. Gostei do post. Beijinhos!!
http://cgfilmes.blogspot.com/

Moscote disse...

No fundo me vejo como um "leozinho", não sou chato (ainda).!

escreves bem! Passa lá no meu mais tarde!

Sucesso!

Gúh! disse...

Nossaa falando de eufemismos, raridade no mercado !

kkkkkk

já vim aqui várias vezes e sempre gostei do que vi

HoneyBee disse...

Talvez ele seja o Leozinho (Leãozinho) de Caetano, procurando seu lugar ao sol. Mas quando o observo, só o vejo sob a sombra, espreitando.

Ana Lucia Nicolau disse...

Ellen,mais um texto maravilhoso!
adoro vir aqui ler seus textos!
Eita Leozinho chato!

Thiago Damião disse...

Gostei desse texto, coitado desse leozinho
aushauishauishai

Marcelo A. disse...

Há uma infinidade de Leozinhos por aí... Rsrsrs!

Gostei do seu estilo!

Marcelo

Junior disse...

parabens pelos seus textos ellen
belo trabalho
visite o meu blog
http://istosimmsica.blogspot.com/

|\| /\ |\| |) ( ) disse...

Quantos "Leozinhos" eu conheço...

Nesses casos é melhor a gente levar na esportiva pra nao brigar com esse tipo de pessoa que no fundo realmente só que atenção!!!

Continuo adorando seus excelentes textos e aguardando a publicação de seu livro...
=]

beijos...

Camila Locatelli disse...

Oi
tudo bem???
Seu blog eh bastante interessante...
Gostei bastante...

sempre irei vim cá visitar
e eu sou seguidora do seu blog
http://www.falandosobrealgo.blogspot.com/

Sr. Bruno S/A disse...

Bom texto. Mas quem, minha cara, mostra-se completamente? E não precisava do Zeca. \m/

Seria uma honra ter vosso comentário:

www.filosofosdeteclado.blogspot.com

Morango com leite condensado disse...

Nesta vida conheci muitos leozinhos...
Belo texto, Ellen!!! Mto bom mesmo.

Bjos

Luan A. Miolo disse...

Parabéns pelos textos e pelo blog.

abraço..

http://1000acasos.blogspot.com

thaiana disse...

gostei muito do seu post!!
beijim
http://thplacebo.blogspot.com/

Marco Antonio disse...

Conheço bem esse tipo de pessoa... O problema é muita estrela pra pouca constelação, já dizia Raul.

Juliano Jacob disse...

Conheço alguns "Leozinhos"...

Lady of Roses disse...

Eu sou meia louquinha, mas num me considero assim, por que tudo que digo realmente é a minha opinião, porém espero nunca ficar assim =D

Thomaz Ribeiro disse...

Pobre do garoto. É como dizem: existe gente que sabe, que não sabe e que não sabe que não sabe. Crônica muito enxuta. Ficou um texto muito acessível e agradável de ler.
P.S - Adorei a citação do Zeca Baleiro, meu conterrâneo.

ADMBANZAI disse...

oi!
quanto tempo,estive viajando ultimamente e deixei meus blogs de lado XD..
como q esta???
bombando muito com seu blog?
bom,achei um Ptc bom na net,o NEOBUX..
se tiver interessado passa no meu blog ^~'

um grande abraz... e ah.. lindo blog,dou os parabens!!

ADMBANZAI disse...

Nossa!quantos comentarios!!!
qual o segredo de tantas visitas???

Roberto Ney disse...

adorei o texto. Você escreve com uma leveza sutil que torna a leitura agradável e, ao mesmo tempo, intensa... Parabéns pelo blog...
abraço

Lucas disse...

´Falem mal, mas falem de mim´
Não vejo sentido nessa frase, não digo que não faz sentido no seu texto, mas que não faz sentido alguém, como o chorão, do Charlie Brown, usar isso para si. Fama negativa não é nada boa. A não ser que você seja muito rico, como o Eminem, que falou mal de meio mundo de famosos e se promoveu com isso. =D

J.F. Marques disse...

Adorei esse texto, muito bom mesmo. As vezes a única saída é fala "Falem bem ou mal mas falem de mim". É isso ai.

Sejam bem-vindos ao facetas!

................TODOS OS TEXTOS DESSE BLOG SÃO AUTORAIS............

Resolvi utilizar este espaço para divulgação de trechos de alguns trabalhos meus... Espero que vocês apreciem. Críticas e comentários serão muito bem-vindos, sobretudo críticas!

Se você já leu o texto acima não fique tímido: fique à vontade para comentar em outras postagens!