terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

A incompletude do homem...

[Este foi o meu primeiro texto 'encomendado',
escrito há alguns meses a pedido do meu amigo Erich 
para ser postado no blog 30 e poucos anos.
Na ocasião, ele havia me pedido que falasse sobre 'saudade'...
É a primeira vez que o posto aqui no facetas.
Peço desculpas a quem já o leu, só estou republicando aqui
por que ando sem tempo para novas criações]

Link para a postagem original: clique aqui


Saudade? Sentimento inexplicável... Faz-se única [apesar de diversa], inconjugável [apesar de comum]. É abstrata e relativa – preenche e esvazia, apequena e agiganta – e transforma todo o sentido da vida em nada [o vazio da alma, do desejo, do amor]...


É a heróica batalha travada contra a insignificância, porque aceitar que tudo tem fim é admitir a finitude [ou pequenez?] da própria existência.

É um instrumento de perpetuação da memória [porque todo homem busca para si - e para os seus - a eternidade] e de conservação do que deixou de ser, já não existe, o que é efêmero.

É uma busca constante e vã de preservar o significado daquilo que, como a vida, nunca durará para sempre...


Para o Aurélio a saudade pode ser uma “lembrança melancólica” de “coisas distantes ou extintas”, mas para mim é um vazio [ocasionado pela falta do que não está mais em nós], uma ausência. A saída inventada – ??por Deus?? – para explicar porque o homem, apesar de racionalmente avançado, nunca deixará de ser incompleto [e conseqüentemente, humano].

Escrito em 08/10/2008.
Comentários
5 Comentários

5 comentários :

Diógenis disse...

Faz tempo que não passo por aqui ;)

Muito bem escrito o texto.
Mas me diz uma coisa, saudade é uma ausência, coisas distantes, vazio... como tu me explica saudades num relacionamento h x m ? Não existe ou só existe quando acaba a relação ?

;p

www.fator-d.blogspot.com
passa lá ! ;)

30 e poucos anos. disse...

ooooooooooooooooooooooooiiiie...conheço esse texto heim!!!!

Blog do Sarge disse...

Interessante! Depois de algum tempo afastado do net estava eu correndo pra matar a saudade dos me4us blogueiros preferidos e, calro, vc sendo um deles me descreve tão bem o que estava sentindo rsr

Beijos anjo

Marcelo disse...

As melhores definições de saudade estão em uma música de Chico Buarque chamada "Pedaço de mim". Conhece a letra?
Ele conseguiu o que milhares de dicionário jamais conseguiriam, definir o indefinível.

Adorei o texto e minhas reflexões vão pelos mesmo caminhos que as suas.

Bjs

Marcelo

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Esse foi o texto mais intenso que li em seu blog.
A minha prima sempre me dizia que a saudade é a lembrança dos momentos felizes que vivemos. Por tanto deveríamos sorrir ao invés de chorar. Acho que era isso que ela falava.

Sejam bem-vindos ao facetas!

................TODOS OS TEXTOS DESSE BLOG SÃO AUTORAIS............

Resolvi utilizar este espaço para divulgação de trechos de alguns trabalhos meus... Espero que vocês apreciem. Críticas e comentários serão muito bem-vindos, sobretudo críticas!

Se você já leu o texto acima não fique tímido: fique à vontade para comentar em outras postagens!